quinta-feira, 1 de maio de 2014

Bolo de banana com caramelo de cardamomo e tomilho

Esta é possivelmente a receita de bolo que mais vezes a minha mãe prepara e uma das primeiras nas quais eu ajudei e mais tarde tentei reproduzir sozinho. Por isto mesmo, neste dia tão especial, partilho esta receita como homenagem à pessoa que mais e melhor me ensinou "economia doméstica", matéria na qual, entre muitas outras, a minha mãe é mestre.
Na verdade, apesar de ter comido imensas vezes este bolo, não era um dos meus favoritos, por ser um bolo um pouco insípido, onde apenas a cobertura me dava imenso prazer comer. A sua preparação na altura também não era propriamente fácil uma vez que bater manteiga com açúcar, à mão, até que a mistura estivesse bem cremosa, era algo que não me dava particular prazer.
Os anos passaram e um destes dias pensei neste bolo, e de que forma o poderia fazer reviver, e em modo teste (depois disso já repeti 5 vezes) decidi fazer algumas alterações, desta feita munido da minha fantástica e maravilhosa batedeira eléctrica.
A massa quando bem preparada é super saborosa e tem uma textura excepcional, como se derrete-se na boca a cada dentada, que depois de se misturar com o caramelo de cardamomo e tomilho (esta foi a parte que acrescentei) fica simplesmente divinal. Pode preparar-se a mesma receita com ananás, contudo é uma fruta que só aprecio fresca, pelo que a banana é a fruta de eleição para este bolo.
Resumindo, é um bolo com uma receita base banal, o segredo está na sua preparação e na utilização do cardamomo e tomilho para dar um toque aromático que fará salivar qualquer um, até a minha mãe, a quem agradeço a receita.

Ingredientes

Massa

3 ovos
125g de manteiga
150g de açúcar
120g de farinha
1 colher de chá de fermento
50ml de vinho de Porto branco
Raspa de meio limão

Caramelo

150g de açúcar
4 bagas de cardamomo
4 colheres de sopa de água
1 colher de sopa de folhas de tomilho fresco

1 forma rectangular (15cm x 8cm)
Papel vegetal
2 bananas partidas em rodelas

Caramelo

Começar por preparar o caramelo, para isso juntamos o açúcar com a água e o interior das bagas de cardamomo e deixar ferver até que esteja em ponto caramelo. Pode perceber-se o ponto caramelo quando começamos e ver uma cor acastanhada.
Enquanto o açúcar ferve, forrar a parte inferior da forma com uma folha de papel vegetal cortada à medida. Antes de colocarmos a folha barramos com um pouco de manteiga para que esta cole mais facilmente.
Quando o caramelo estiver pronto, deitamos imediatamente na forma e começamos a rodar a mesma de forma a espalhar todo o caramelo pelas laterais da forma. Aqui poderão ter dificuldade com a folha de papel vegetal, que se poderá soltar mas basta recolocá-la no sítio com a ajuda de uma faca, nunca com os dedos pois o caramelo estará muito quente.

Massa

Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Separar as gemas das claras, reservando as claras para se baterem em castelo mais tarde.
Numa outra taça, colocar a manteiga e açúcar e bater com a ajuda de uma batedeira durante 15 minutos, até terem uma massa super cremosa.
Juntar uma colher de farinha, peneirada e mexer.
Acrescentar as gemas e o vinho do porto e bater bem.
Juntar a restante farinha e o fermento, devidamente peneirados e bater até termos uma massa compacta e sedosa.
Acrescentar a raspa de limão e bater para envolver e perfumar toda a massa.
Bater as claras em castelo até ficarem bem firmes e acrescentar apenas uma colher à massa, que deve ser batida energicamente para se obter uma massa mais solta.
Finalmente acrescentar as restantes claras em castelo e envolver cuidadosamente na massa. Esta é uma operação simples, mas tem a sua técnica, ou seja, deve ser feita com uma espátula e os movimentos devem de ser de cima para baixo, de forma a trazer massa para cima das claras, envolvendo apenas, não se deve bater para não se perder o oxigénio dentro das claras.
Esta é uma técnica muito usada nos mais variadíssimos doces, com ela estamos a aproveitar o oxigénio que se cria quando se batem as claras em castelo e assim obtermos uma massa mais fofa, precisamente porque não batemos energicamente as claras com a massa e apenas as envolvemos.
Nesta altura, forramos a base e laterais da forma com as rodelas de banana (ver foto) para depois espalharmos por cima o tomilho.
Finalmente pomos a massa por cima da bananas e colocamos no forno por cerca de 45minutos.
O tempo de cozedura pode variar por isso aconselho que depois dos 45m se faça o teste com um palito, espetando-o no centro do bolo, se sair seco está pronto, se tiver massa agarrada, volta o forno até que termine de cozer.

14 comentários:

  1. Olá Romeu
    Que bolo tão bom! O toque do cardamomo e do tomilho devem realmente fazer toda a diferença no sabor. E a textura parece ser fantástica!
    Bom fim de semana e feliz Dia da Mãe!
    Beijinhos
    Lena
    Cooking (http://cookingbooksblog.blogspot.pt/)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Helena, obrigado pelo feedback. Este bolo é o mais tradicional possível, é daqueles bolos que as mães fazem, mas o toque do tomilho e do cardamomo transportam-no para outra dimensão! Boa Semana!

      Eliminar
  2. Bom contraste de sabores! Parece-me lindamente!! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi de facto uma boa experiência, entre as muitas que não correm bem, esta correu lindamente : )

      Eliminar
  3. esta combinação está a sorrir para mim :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que a prepare e me mostre e partilhe o resultado

      Eliminar
  4. Que maravilha de bolo, adorei a cobertura com a banana :)
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Diogo, é um bolo simples, mas o toque do tomilho e cardamomo fazem o requinte da receita!

      Eliminar
  5. Estou a sorrir ao ver este bolo! :)
    Adorei esse toque de cardamomo e tomilho.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Inês, espero que o prepare e que lhe saiba tão bem quanto a mim : )

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Muito Obrigado, espero que volte e que se delicie com as receitas!

      Eliminar
  7. Adorei esta mescla de sabores! E o bolo... Lindo! :)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, de facto quando se olha para o bolo depois de sair do forno parece que está coberto com joias...mas o sabor, esse sim é precioso

      Eliminar